segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Com base em representação de Artur Orsi, MP vai à Justiça contra doações ilegais de R$ 4,5 milhões feitas pela Sanasa


Em 2008, ainda na gestão de Hélio de Oliveira Santos, ingressei com representação no Ministério Público, questionando gastos ilegais da SANASA com doações a grupos e pessoas - entre elas uma, no valor de R$ 400 mil, destinada a patrocínio de eventos nas cidades de Cuiabá, Campo Grande e, pasmem, até em Havana (Cuba), tudo custeado pela Sanasa. Com base em nossa representação, o MP ingressou com ação contra ex-gestores da empresa municipal solicitando o ressarcimento de R$ 4,5 milhões, e abriu inquérito para apurar as doações feitas agora no Governo Jonas. Num momento em que a SANASA, em um único ano, subiu a conta de água em 32%, acredito que fizemos nossa parte, ajudando a estancar gastos desnecessários e politiqueiros, que somam valores exorbitantes. Essa é nossa função enquanto vereador, e um exemplo claro de como podemos melhorar a vida das pessoas. Matéria do G1 campinas e Região noticiou a ação do MP - Leiam no link abaixo.

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2015/09/mp-considera-ilegais-doacoes-de-r-45-milhoes-da-sanasa-e-vai-justica.html

terça-feira, 8 de setembro de 2015

G1: Em 2 anos, Campinas eleva em 50% gastos com folha de comissionados

Campinas gasta, por ano, mais com apadrinhados do que em investimentos. O governo Jonas Donizette aparelha a prefeitura para garantir sua reeleição. Promessa de campanha era reduzir os cargos de confiança. Ficou só na promessa. Matéria publicada hoje, 08 de setembro de 2015, no site do G1 Campinas e Região, mostra a realidade que há muito tempo apontamos - veja no link abaixo.